quinta-feira, 23 de abril de 2009

PROFISSIONAIS CRISTÃOS X CRISTÃOS PROFISSIONAIS

A religião tem gerado médicos cristãos, advogados cristãos, enfermeiras cristãs, professores cristãos, donas de casa cristãs, secretárias, faxineiras, lixeiros, empresários, jogadores e etc., cristãos. Entretanto, este não é o melhor de Deus para a nossa geração. Há uma grande diferença entre definitivamente - em seu espírito, pelo novo nascimento profissional cristão e um cristão profissional. O primeiro está centrado na profissão, na posição e na mentalidade que ela estabelece, enquanto que, para o último, a profissão é um detalhe da sua caminhada com Deus, que é o dono e Senhor da sua vida inteira, inclusive a nível profissional.

Um advogado cristão, por exemplo, conduz a sua vida profissional baseado nos princípios jurídicos e éticos do seu contexto social. Mas um cristão advogado recusa-se a compactuar com o que quer que seja que não se harmonize com a Palavra de Deus e a integridade de caráter que Deus requer dos Seus filhos. E porquê? Porque sua vida está centrada no cristianismo - e na Palavra e na Mente que o regem. Esse mesmo advogado cristão do nosso exemplo é aquele que, embora tenha tido uma experiência com o Deus do cristianismo, no seu espírito, continua sendo conduzido pela mente grega e antiga que rege o mundo e o velho homem. Por isso, ele é alguém que trabalha segundo a sua profissão e não segundo o seu Senhor, vivendo a vida do dia-a-dia como antes da "conversão", apenas afetado pela religião. Conseqüentemente, durante a semana ele é advogado, e nos finais de semana (ou quando no meio dos irmãos) ele é cristão.

Mas e quanto à vida do segundo advogado do nosso exemplo - o cristão advogado? A vida de Deus está misturada com a dele, e ele é o que é, onde quer que esteja. Ele tem consciência de que antes de ser advogado, ele é rei e sacerdote; é um ministro de Deus dentro da advocacia - o capelão dos advogados "encarcerados" pelos princípios do mundo sem Deus. Ele é imparcial e justo; trabalha em benefício dos inocentes e luta para que os infratores sejam punidos. Não se vende pelo suborno dos delegados e políticos corruptos, pois sobre ele pesa o alto preço pago por Deus - o sangue de Jesus e por isso seu compromisso assumido é antes com o grande Juiz de toda a Terra, que tem o poder de abrir portas que ninguém pode fechar e fechar portas que ninguém pode abrir!

O meu objetivo não é escrever um manual de procedimentos cristãos para cada profissão, mas sim ampliar a visão do que é ser Igreja, e do que é conquistar a geração. Ser um crente de verdade,vai muito além de desfrutar do moderno título de "evangélico". Deus precisa de uma geração de crentes formados a partir do Seu próprio DNA - de fato afetado - profunda e mento, mas também em sua mente produzindo caráter e atitudes de Deus, manifestando a imagem e a semelhança daquEle que é perfeito em toda profissão, em qualquer tipo de família, em qualquer lugar. De fato, não precisamos de "cristãos de finais de semana", mas sim de ministros que vivem nas famílias desta nação, que trabalham nas empresas desta nação, que constroem esta nação com seu suor e sonham em realizar seus sonhos aqui; ministros estes que manifestam a vida de Deus por onde passam, que são capazes de oferecer resposta para as aflições do nosso povo, de semear esperança com bases em possibilidades reais, conduzidas pelo povo que é chamado pelo nome de Deus - um povo honesto, justo e verdadeiro.


REBECA BRANDÃO

Um comentário:

  1. olá! sou do blog rabbi! gostariamos de usar este seu texto no nosso blog! seria possivel!? gostamos mt! abs e aguardo resposta http://blogdorabbi.blogspot.com/

    ResponderExcluir